• A caminho de casa

    • SumoMe

     

     

     

    Os carregadores de celular se multiplicaram por conta própria. Fones de ouvidos também. Fios e cabos emaranhados formam um novelo de nós.

     

     

    Dos armários, saem as botas e os casados de neve. Talvez, eu não os vista no Brasil.

     

     

    Dois anos juntando coisas e lembranças na América…

     

     

    Nesse tempo, vi, da janela da sala, crescerem as novas torres do World Trade Center. Cobri a morte do homem o que as derrubou.

     

     

    Conheci Nova York e outros vinte estados americanos. Para a Califórnia, fui nove vezes. De lá, trouxe boas matérias e grandes amigos.

     

     

    Fiz ainda reportagens nas Bahamas, Canadá, México, e, enfim, um ciclo se fechou nas Olimpíadas, em Londres, como inicialmente previsto.

     

     

    Dentro de alguma das caixas que agora me cercam, guardo a experiência de anos profundamente intensos. Ela será útil nos desafios que agora virão.

     

     

    Saio de Gotham, que – estou certo – não sairá de dentro de mim.

     

     

    Portas em automático. Próxima parada, o Brasil da Copa e de 2016.

     

     

    Por viniciusdonola
    August 27, 2012 às 12:27 pm
  •  
    3 Comentário(S)
    Deixe seu Comentário

     

 

viagra